Menu

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

RESENHA 18: A MAGIA DE CHRISTIAN LUCIANO

Olá, cafeinados! Como vão?
Hoje venho trazer para vocês a resenha de um livro em formato digital que li no mês de agosto: A Magia de Christian Luciano, do autor Gredan Risolein.




Título Original: A Magia de Christian Luciano

Autor: Gredan Risolein

Ano: 2018

Páginas: 310 em versão impressa e 407 na versão digital





Sinopse:

Christian Luciano é um garoto de seis anos que vive em São Paulo e consegue enxergar e se transportar para um maravilhoso reino mágico chamado Guisaro, um mundo que ele visita desde os 2 anos pelo armário da cozinha. O Mago Afonso de Bisoncourt  se espanta com sua capacidade e acredita que Christian guarda um grande segredo. Como poderia aquele menino ter tamanhos poderes na Terra e conseguir visitar Guisaro? Para ajudá-lo a descobrir a verdade, Afonso convoca Vivian Niponeri, esposa do herói Driegus, que desapareceu quase 30 anos atrás, depois de derrotar o terrível Mago do Ultra-Negativo, Gilmon Kanerum. 
Estaria Christian Luciano preparado para usar seus poderes e encarar as cobranças e desafios colocados em sua vida?
Essa é a sua jornada, e somente ele será capaz de provar sua capacidade, sua bravura e seu valor.




Livro que, como o próprio nome sugere, aborda a magia, e fala do poder que cada um de nós possui, mas que muitos ainda não o descobriram dentro de si.

Christian Luciano é um menino esperto e muito curioso. A sua mãe era uma mulher religiosa, que acreditava no oculto e no exoterismo. Já seu pai, de maneira oposta, um homem cético.

Logo em seu primeiro ano de vida, o menino, que adorava ambientes escuros, diferente das demais crianças de sua idade, gostava de brincar no armário da cozinha de sua casa. Ali, pela primeira vez, conheceu um mundo mágico, novo, ao qual não desejaria mais sair.




Foi aos cinco anos e idade que finalmente conseguiu compreender melhor aquele lugar que tanto gostava de se transportar. Lugar esse  que se chamava Guisaro.

Em busca de uma pedra mágica, Christian passou por diversas aventuras. Conheceu Gustavo e Ana. 

  • Mas será que ele era um bruxo? 

  • Que mistérios seriam revelados na sua vida?

A verdade é que no Palácio de Guisaro havia, por muito tempo, a espera pelo retorno de um guerreiro. Este herói, chamado Driegus, seria um Mestre e Mago da Sabedoria. 

  • Mas qual seria a relação de Driegus e Christian Luciano, se ambos viviam em mundos completamente distintos?

A história enreda-se quando o mago Afonso, por entre os seus, insiste que o menino Christian poderia sim ser o herói Driegus na Terra, buscando Vivian, amor do guerreiro e convencendo-a a observá-lo na Terra. Vivian afastara-se para outro espaço, Abissar, após ter perdido seu grande amor. Contudo, ao fitar Christian Luciano, encantou-se, buscando junto de Afonso e Risolleta uma forma de aproximar-se do garoto pelo período de um ano, para que tivesse a certeza de que ele fosse ou não de fato seu grande amor perdido.





Na Terra, Afonso e Risoletta eram pais de Driegus, além dele, tinham mais três filhos, cada qual em pontos diferentes do mundo, nos atentando, de forma pura e inteligente, à importância do cuidado e do apreço por nosso planeta, o que, em minha humilde opinião, é uma das mensagens mais valorosas que a história de Christian Luciano nos transmite.

Juntos, estavam dispostos a ajudarem no que fosse preciso para encontrar o irmão, com exceção de Gilmon, que pode-se afirmar ser o lado sombrio e obscuro da família.





Para quem se interessa pelo gênero magia, além de temas como transmigração e mundos paralelos, o livro de Gredan Risolein é um convidativo a aventurarmo-nos nas vivências desse notável menino.

Pelos detalhes descritos, nos mundos mágicos de cada personagem, o leitor tem a possibilidade de fantasiar e aventurar-se a viajar na imaginação.

Tópicos como a mágica do amor trazem ainda leveza e docilidade à história do autor Gredan Risolein.

Com intuito de alcançar o público adolescente, a obra  caracteriza-se como chamamento à literatura infanto-juvenil. 


Sobre o autor:

Gredan Risolein é publicitário, diretor de produção e cinema, e possui vários roteiros escritos.Tem imenso apreço sobre a temática esotérica e magia, além de ser fã de J. K. Rowling, homenageando-a com essa obra.


O que acharam da resenha? Eu adorei me engajar na leitura desse livro! 
Lembrando que essa postagem está relacionada à #maratone-se, do grupo Interative-se! no Facebook.

Se quiserem saber mais do livro A Magia de Christian Luciano e do autor Gredan Risolein, basta acessarem as redes sociais do autor.
Vale ainda ressaltar o sucesso da primeira edição da obra, podendo arriscar aqui a dizer-lhes de novidades que estão por vir!

Aguardo a interação aqui com vocês e nas demais redes sociais do Café com Leitura Blog!












quarta-feira, 19 de setembro de 2018

BLOGAGEM COLETIVA: Quem é meu autor (a) favorito(a)?





Hello, bookworms! E aí, estão gostando da Maratona de posts  que o "Café" está participando com o grupo Interative-se! ? Eu tenho que dizer o quanto tem sido rica essa experiência junto de todas as blogueiras que estão envolvidas, transmitindo e recebendo bons conteúdos durante uma semana!

Bom, mas o post de hoje tem um diferencial! Simmm! 
É que hoje, dentro da #maratone-se no mês de setembro, alguns blogs, assim como o Café com Leitura, estão realizando uma publicação especial, a tradicional Blogagem Coletiva . É a primeira vez que participo, e o tema para mim foi singular:'meu autor (a) favorito (a)'.

Vi algumas das colegas falarem das dúvidas por escolherem um autor apenas. Na verdade, também acho uma missão dificílima! Mas, por incrível que pareça,na hora que lia a proposta,  meu coração bateu forte por uma em específico: Cecília Meireles! Vamos conhecer um pouquinho da biografia da autora?!

Cecília Meireles (1901-1964) foi uma poetisa, professora, jornalista e pintora brasileira. Foi a primeira voz feminina de grande expressão na literatura brasileira, com mais de 50 obras publicadas. Com 18 anos estreia na literatura com o livro "Espectros". Participou do grupo literário da Revista Festa, grupo católico, conservador. Dessa vinculação herdou a tendência espiritualista que percorre seus trabalhos com frequência. Embora mais conhecida como poetisa, deixou contribuições no domínio do conto, da crônica, da literatura infantil e do folclore.Cecília Meireles estudou literatura, folclore e teoria educacional. 





Colaborou na imprensa carioca escrevendo sobre folclore. Atuou como jornalista entre 1930 e 1931, publicou vários artigos sobre os problemas na educação. Fundou em 1934 a primeira biblioteca infantil no Rio de Janeiro. O interesse de Cecília pela educação se transformou em livros didáticos e poemas infantis.

Fontes: ebiografia.com
               demonstre.com


No momento que anunciei a ideia do post em casa, minha filha achou que falaria de Ziraldo, escritor que considero tão incrível quanto, e que com certeza precisarei abordar  em outras oportunidades.

Deixa-me então explicar!

Ocorre que quando era bem pequenina, com meus seis anos de idade, meus pais me matricularam em uma escola próxima à minha casa, e que eu estudara até os nove anos. O nome dela da escola? Educandário Cecília Meireles. Óbvio, não? 


Embora muito pequena, consigo me recordar do quanto a escola foi significativa ao meu aprendizado e à minha construção de identidade e autonomia. E o mais instigante é que lá eu conheci muitas obras da escritora. Talvez, creio eu, que daí venha meu gosto incessante por palavras.


Importante ressaltar: a foto é muito antiga! Eu não sujei a beca no dia! Rsrsr

Costumo dizer que enquanto amante de alguns mestres das palavras, acabo por "induzir", de forma positiva, é claro, minha filha e meus alunos, dos tempos em que estava em sala de aula! Fato que ocorreu com Ziraldo, por exemplo, pois minha filha é muito fã. Mas vivenciei uma linda experiência certa vez com um livro de Cecília Meireles e que quero lhes contar!

Dentre as obras da autora, o livro "Ou Isto ou Aquilo" sempre me encantou! Numa tarde, conversando com algumas adolescentes dentro de uma das escolas que lecionava, apontei-lhes esse meu gosto pelo livro em meio a um delicioso bate-papo. O que eu não esperava é que uma delas, no dia seguinte, me abordou na entrada, me oferecendo de presente um exemplar que tinha em casa, e que havia sido de alguém próximo que lhe deu e ela resolveu me repassar, como uma maneira de eu sempre lembrar dela. 




Remexendo em minhas coisas para trazer até vocês e encontrando esse livro, com a dedicatória que nem me lembrava mais que continha ali, tive muitas lembranças belas e por isso sou grata à oportunidade por participar do trabalho!

Bom, mas retornemos à Cecília Meireles e o livro "Ou Isto ou Aquilo" !


A Bailarina - Cecilia Meireles

Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.

Não conhece nem dó nem ré
mas sabe ficar na ponta do pé.

Não conhece nem mi nem fá
Mas inclina o corpo para cá e para lá.

Não conhece nem lá nem si,
mas fecha os olhos e sorri.

Roda, roda, roda, com os bracinhos no ar
e não fica tonta nem sai do lugar.

Põe no cabelo uma estrela e um véu
e diz que caiu do céu.

Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.

Mas depois esquece todas as danças,
e também quer dormir como as outras crianças.




Ou Isto ou Aquilo

Ou se tem chuva e não se tem sol,
ou se tem sol e não se tem chuva!


Ou se calça a luva e não se põe o anel,
ou se põe o anel e não se calça a luva!


Quem sobe nos ares não fica no chão,
quem fica no chão não sobe nos ares.


É uma grande pena que não se possa
estar ao mesmo tempo nos dois lugares!


Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,
ou compro o doce e gasto o dinheiro.


Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo...
e vivo escolhendo o dia inteiro!


Não sei se brinco, não sei se estudo,
se saio correndo ou fico tranquilo.


Mas não consegui entender ainda
qual é melhor: se é isto ou aquilo.

E de fato, a verdade é que o tempo inteiro vivemos de escolhas, assim como fiz aqui, ao optar por falar de Cecília Meireles e da minha história de vida, o que aprendi através dos textos da autora na escola que estudei que tem seu nome, meu gosto pelas palavras, minha influência positiva na vida de meus alunos...

E vocês, têm um autor preferido?
Contem aqui! 
Aproveitem para conhecerem, seguirem e interagirem nas redes sociais do "Café"!
Vocês conhecem os blogs que estão participando da Blogagem Coletiva? Convido-lhes a conhecerem cada blogueira, seus blogs e postagens! 
Até!
















terça-feira, 18 de setembro de 2018

RESPIRO DE FELICIDADE



De imediato, pensaria ser uma pena não ter como emitir essa forma de emoção em espaços como este, como se fosse uma transmissão em tempo real de como minha mente hoje transborda felicidade e contentamento por estar (re)começando uma caminhada!

É uma sensação que acaba por invadir meu corpo, que  me remete a uma espécie de tranquilidade constante ...

Em verdade, há sim uma forma de endereçar tais sentimentos aqui simultaneamente. E eis que o estou agora fazendo! Afinal, não há melhor jeito de expressarmos nossas inspirações, e aspirações, senão por meio de gestos, mas também por palavras!

Quando decidi (re)criar um blog, muita coisa me veio à mente, mas não sabia de fato a quê ou a quem alcançaria. 


  • A quem atenderia? 
  • O que vender?
     Eu realmente não sabia!

Em um insight magnânimo, a descoberta era óbvia:

O meu produto maior faria-se em conjunto que se resumiria em um só: 

PALAVRAS!





Escrever o que pensar, expressar o que sentir, 
saber chegar a alguém que leia e esteja pronto a ouvir, 
a identificar-se, 
e emocionar-se...

... atingir, de forma plena e eficaz, certa inquietude n'alma.

Por que não?

Um misto de ânimos, ações e informações!
Atividade, interatividade...

Pontos iniciais ao Café com Leitura Blog!

Cárcere de fonemas, letras, riscos e rabiscos, 
sons, vogais e consoantes,
brincar de soletrar!

Uso e desuso incessante da língua portuguesa, 
mas com respeito,
por favor!

Adiante, meros e importantíssimos detalhes a se alcançar, 
pessoas a conquistar!

Hoje, é assim que me vejo,
é assim que me percebo,
me encontro,
e me reencontro.

Diferente?
Sim!
De quem era,
De quem sou,
E de quem serei daqui há um ano,
um mês,
uma semana,
uma hora...
um segundo...
agora!



E aí, leitores! Hoje comecei  o post de forma diferenciada! Gostaram? 

Na verdade, esse seria o meu post inicial aqui no blog, lá em março! Mas não sei por qual motivo, o guardei. E hoje o melhorei! A gente vai progredindo, se familiarizando! ;)

Vez ou outra estarei aqui fugindo um pouco das resenhas e colocando minhas inquietudes, anseios e desabafos! 
Espero que gostem!

Aproveito a convidá-los a seguirem e a acompanharem as redes sociais do "Café"!

Beijos literários!
















segunda-feira, 17 de setembro de 2018

TAG Esmaltes e Livros: Setembro - Verde - Meio Ambiente


Olá, gente! Como vão? 


Fui convidada pela Cláudia, blogueira literária do blog MãeLiteratura a participar da Tag Esmaltes e Livros e, com muita honra, claro que não deixaria de participar!





Para quem ainda não conhece a TAG #esmalteselivros , ela acontece em todo terceiro domingo do mês e a parceria é lindamente  composta pelos blogs  MãeLiteraturaMundinho da Hanna e Pacote Literário.

Na primeira participação do Café com Leitura, a cor de esmalte a ser destacada é o verde, em ênfase ao meio ambiente

Confesso que é uma cor que não estou muito habituada a usar (rsrs), mas a mistura das cores que usei junto da intenção, somam uma linda interação, pois uma blogagem inteligente e bons conteúdos são propósitos dos blogs idealizadores e do "Café" também! 

Bom, vamos aos livros e a descrição dos esmaltes!





Os esmaltes que utilizei foram o  Verde Perolado, da marca Ludurana e o Moda Verde, da Avon Color Trend.

Os livros aqui indicados são: O Que É Lugar de Fala, de Djamila Ribeiro, livro que li no mês passado e O Que É Empoderamento?, de Joice Berth com coordenação da autora Djamila Ribeiro. 

Ambos da Grupo Editorial Letramento. De leitura fácil e rápida, fazem parte da coleção Feminismos Plurais, que conheci através de uma belíssima maratona que estou participando, a Maratona de Leituras Feministas, e que já apresentei a vocês aqui em um lindo post, lembram-se?






Indico essas e outras leituras do gênero porque muito passamos a compreender desse universo tão falado, mas que pouco se analisa e se reflete em prática diária, apenas por meio de comentários e noticiários lastimosos na TV e nas redes sociais, mas saber de fato qual é o nosso lugar de fala na sociedade enquanto mulheres e o que é empoderamento, ah, isso poucos sabem, ou querem saber!

Como mencionei, fiquei muito contente pelo convite e espero estar sim participando em outras oportunidades! ;)

Agradeço à Claudia, do MãeLiteratura por todo carinho e credibilidade em meu trabalho à frente do Café com Leitura Blog , sempre me apresentando novas possibilidades nesse meio. 
Espero ter mais possibilidades lindíssimas como esta! 


O que acharam? Gostaram da minha participação nessa linda interação? 
Já conheciam as cores e marcas de esmaltes apresentadas?
E os livros, já leram? Sim? O que acharam? Contem aqui! Ainda não? Aguardem que aos poucos sairão resenhas dessas obras aqui no "Café"!

Aproveitem para conhecerem e seguirem as redes sociais de cada blogueira literária aqui mencionadas no post de hoje!

Beijos coloridos e literários!