61/2020: DROPS



Oi, oi, pessoal! Tudo bem por aí?

Hoje é dia de falar do livro Drops, que recebi da Lura Editorial

Bora me acompanharem? ;)

Título Original: Drops

Autor: Hélio Yassuo Matukawa

Ano: 2019

Páginas: 184

Editora: Lura Editorial

Sinopse

Em Drops, estão reunidos anos de escrita, em que o autor expressa diversos sentimentos ao mundo, de uma forma pura e simples, através de pequenos textos e versos.

Drops nasceu de maneira informal, a partir de uma sugestão dada numa resposta a um e-mail de fim de ano, onde o autor foi encorajado a escrever crônicas ou publicar um livro.

Assim como as balas Drops, o livro tem o intuito de poder ser consumido a qualquer hora e em qualquer lugar, de ser compartilhado, e, principalmente, de oferecer um sabor intenso e refrescante para a alma. Bom apetite!


Em Drops o leitor tem acesso a um compilado de textos que o escritor Hélio Yassuo Matukawa tem o intuito de exprimir leveza misturada a certo humor em suas reflexões, que são bem ligadas a sentimentos corriqueiros  do cotidiano.

Fala-se de amor, do vislumbrar vivências que coloca em evidência em seu trabalho.

Uma leitura que o autor deixa a ser lida, como sugere-se na sinopse da obra, a qualquer momento e que provoque pensamentos sobre a vida, o sorrir...

Nítidas são algumas aleatoriedades, e que talvez sejam propositais na sua escrita, mesclando-se às imagens e brincadeiras entorno do uso das palavras.


Recebi o livro em parceria com a Editora e admito que comecei a ler entusiasmada com a proposta, contudo não me senti da mesma forma ao chegar ao final.

Embora goste bastante de poesias, de crônicas (quem me conhece sabe bem!), e até tenha lido bem rápido, não consegui me conectar com a essência do material, algo que me ocorreu pela primeira vez nesse tipo de escrita, mesmo notando que houve a tentativa de pôr emoções no papel, porém que não conseguiram me afetar. Não me propuseram algum tipo de diálogo peculiar.

Vi alguns trocadilhos que até propõem certa dose de comicidade, mas que não chegaram até a mim de forma concreta.

A obra possui boa revisão, capa colorida que, embora simples, seja bonita, e com projeto gráfico que até considerei interessante. 

Bom, pessoal, deixo aqui as minhas considerações de maneira que vejo como respeitosas, porém sinceras àqueles que visitam meu trabalho.

Todavia, convido vocês a lerem, visto que entendo que a conexão com leituras seja algo muito singular.

Mas me contem: 
  • Já leram Drops? O que acharam?
  • Gostam de crônicas e de poesias?
  • O que estão lendo no momento?
Bora conversar?! ;)

Beijos literários!







6 comentários

  1. Gosto muito de crônicas e poesias, mas ainda não li Drops, nem conheço o autor. No momento, estou lendo "Flores na Chuva", da autora Rosamunde Pilcher, há poucos dias concluí a leitura de A metamorfose e, na primeira semana do mês, li (pela talvez quarta vez na vida), O Guarani.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii! Uau, "Flores na Chuva"! Detalhe: chovendo bem aqui nesse momento! Leituras deliciosas, com certeza! Bjs

      Excluir
  2. Gosto bastante de livros de crônicas e poesias, alguns estão entre os meus favoritos. Que pena que não houve conexão com a leitura, mas isso acontece. De qualquer forma gostei da proposta do livro e achei a capa uma gracinha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pse, menina! De fato, eu lamentei! E acho que ainda não me havia ocorrido essa espécie de desabafo aqui! Mas não dá pra deixar passar, não é? A capa é deliciosa mesmo! Bjs

      Excluir
  3. Ah, gostei do nome! Gostei da proposta também. Sou muito fã de crônicas, adoro textos que relatem o dia a dia, transformando o comum em algo singular. O que me atrai nesse tipo de obra é justamente a conexão que fazemos com nosso cotidiano e com nossos sentimentos, que nos traz aquela sensação de que o autor está falando de nós ou até que nós mesmo poderíamos ter escrito aquilo. Pena que essa obra não de proporcionou isso porque essa conexão é realmente o que me faz ter vontade de ler esse tipo de texto. Mas como você bem disse, conectar-se é algo muito pessoal e acredito que depende muito também do momento em que nós vivemos quando lemos. De qualquer forma, espero ler essa obra em um momento futuro.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ju! Também amo crônicas! Suas colocações estão perfeitas e conferem com o que sinto! Fico mega feliz! E sim, leia! Depois me conte o que achou! Bjs

    ResponderExcluir