MARATONA DE MAIO COM O INTERATIVE-SE! #DIA07 - O ÚLTIMO!

Qual é o melhor exemplar da sua estante?
Essa foi a pergunta e o desafio proposto por Lunna Guedes no último dia da Maratona de Maio.
Vocês já pararam para se perguntar qual o melhor exemplar da(s) estante (s) de vocês? 



Eu não ouso arriscar!
Sou como mãe que não escolhe um filho preferido! 

Me apego a cada proposta e a cada enredo como se fosse único.

Ainda que muitas vezes a história pareça que não irá engajar, estou sempre disposta a dar uma segunda ou terceira chance! Sou dessas! Amo ler, não importa! Mesmo estando numa fase mais crítica, (até acho que estou!), fico pensando, principalmente quando é um livro nacional (excepcionalmente!). E aí é que o coração mole entra em ação! 

Me pego a avaliar o esforço daquele escritor em pôr no papel sua ideia, depois nas dificuldades que enfrentamos no Brasil para se propagar a Literatura, no pouco incentivo…

...e aí, de fato, não abandono e tento buscar algo que tenha valido para mim como mensagem, ou como uma espécie de experiência literária. Sempre fica algo!😉


Todos sabem o quanto gosto de poesias, dos clássicos e dos romances. Palavras que (en)cantam de algum jeito e, notavelmente, quando se trata de textos voltados à mulher e também à história de Clarice Lispector no meio, o que me é incentivador, indubitavelmente. Mas não me julguem, por favor! 

Em formato físico ou em e-book (que até tenho lido pouco), cada exemplar na minha estante tem uma história, um papel especial na minha vida de leitora!

Mas e vocês, pensaram aí e estão dispostos a me dizerem qual na estante é o queridinho?!

Bora papear!

Agradeço ao carinho de Lunna e de cada participante nesta Maratona tão gostosa! 

Beijos Literários!❤️☕❤️

3 comentários

  1. ah, minha cara... eu já evitei abandonar um livro mas, percebi que há livros que não são para mim e tudo bem. Hoje eu abandono sem dificuldade porque sei que há todos os tipos de leitores no mundo e todo de escritor também. Me apegar a uma história que não me seduz é deixar de dar oportunidade a outra e meu tempo anda cada vez mais escasso. E se eu pensar no trabalho que deu ao escritor colocar sua trama no papel, não edito um livro. rs

    bacio

    ResponderExcluir
  2. É muito difícil escolher apenas um livro né? Me identifico contigo: Dificilmente abandono um livro pelo meio do caminho, porém, alguns, por mais que me esforce, ficam.

    Abraços!

    ResponderExcluir