55/2019: O QUE É A MULHER?

"Se resolvesse escrever apenas o que muitos gostariam de ler a respeito das mulheres, estaria cometendo um crime contra a minha criatividade literária. Não me preocupo em ser julgado pela ousadia de interpretá-las do meu jeito, mas logo, após a edição deste livro, estarei me condenando por saber que poderia muito mais ainda  escrever e responder a essa pergunta que em minha mente não quer calar: 'O que é a Mulher?' "
Olá! 
Falar do universo feminino não é algo tão simples quanto possa parecer!
A fim de tentar aproximar-se do conceito do que seja a mulher, uns as retratam através da música, da boemia.
Outros, pela poesia.
Alguns arriscam-se nas artes, e ousam realçar seus corpos.
Na literatura, diversos são os escritores que retrataram (o que ainda acontece nos dias atuais), ou ao menos atreveram-se a  desvendar os mistérios mulheris.
E esse é um tema que gosto bastante!
Pela parceria com a Editora Scortecci, recebi do escritor Iranilton Lombardi Campos o livro "O que é a Mulher?".


Título Original: O que é a Mulher?

Autor: Iranilton Lombardi Campos

Ano: 2018

Páginas: 180

Editora: Scortecci
Sinopse

Apesar de o título deste livro se iniciar com “O que é”, ele não deve ser entendido como a objetificação da mulher. “O que é a mulher?” é uma pergunta sutil que o autor se fez (motivado pela admiração) e ele mesmo ousou dar várias respostas. Aventurar-se no universo feminino em expansão, aquecido pela questão de gênero, não significou para ele uma viagem de riscos, e sim de registros. A mulher é...
Mãe; esposa; amante. (Registrando a opção)
Namorada; beijo; sexo. (O entusiasmo)
Brasileira; estrela; ouro. (O brio)
Toque; prazer; vício. (A polêmica)
Precioso projeto; o gene da excelência; arte em vida. (O óbvio)
Desconsiderando os devaneios do autor inseridos em alguns textos, Respeito e Gratidão talvez merecessem um destaque maior no sumário, porque eles sintetizam o real objetivo do autor com este livro. Olhar as mulheres com outros olhos e principalmente agradecer a elas (desde a mulher que deu a vida ao homem até a mulher que vai segurar as suas mãos em seu momento final) é o meu reconhecimento. Espero que isso motive o seu interesse pela leitura e que ao conferir lhe traga alguns momentos de felicidade. Felicidade a mulher também é!


Dando significado ao universo feminino por suas concepções pessoais, entretanto não deixando de enfatizar todo um contexto sociocultural, ao elencar em sua obra 77 títulos com as mais variadas abordagens sobre a mulher, o escritor Iranilton Lombardi Campos delineia aspectos diversificados acerca do tema envolvendo sexo, idade, corpo, base filosófica, gratidão, o ser enquanto mãe, esposa, amante...
"O que me fascina na mulher é a sua existência".
Fazendo-se valer da poética em certos momentos, traz à tona, em seus sutis devaneios as formas, os contornos...

... em contrapartida, utilizando-se de humor, vem a complementar suas teorias e pensamentos.
"A mulher é a única felicidade tangível e intangível ao mesmo tempo. (Ou a expressão dela)".

Observa-se, certas vezes, uma escrita rústica acerca do sexo oposto. Contudo, expressa-se ainda com maturidade até previsível em suas falas. Romantiza, erotiza...


No texto "Ensaio", o autor muito bem simplifica suas intensões e abordagens, dando ao leitor uma espécie de parecer sobre a obra  "O que é a Mulher?". Trata das acepções ligadas ao que considera um desafio.

Deixa claro ainda que mesmo inciando o título com o termo "O que é", não traz como intencionalidade a objetificação da mulher, intensificando, inclusive, em um de seus textos, o reconhecimento e a importância às principais artistas mencionadas, elogiadas e dignificadas em seu material, significando-as à qualidade de felicidade.
"Antes de amar, os homens se apaixonam. Antes de  amar, as mulheres admiram".

Bom, pessoal, espero que a dica de hoje seja tão doce e ao mesmo tempo tão forte quanto essa proposta de Iranilton Lombardi Campos  junto da Editora Scortecci!

Já leram? Contem aqui! ;)

Beijos literários!


7 comentários

  1. Logo pelo primeiro quote destacado já fiquei curiosa para conhecer essa obra !! Cada mulher é tão unica em si mesma que as narrativas que podemos compor são diversas. Adorei o post e adoraria fazer a leitura do livro.

    Parabéns pelo seu trabalho

    Bjs Aruom fenix

    Blog: Leituras de Aruom

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse livro, mas realmente foi um ato de coragem desse autor levar adiante a ideia. E fico feliz que ele tenha levado ao fim a missão de uma forma bonita e sutil, mas sem deixar de mandar o seu recado. ^^
    Bjks!

    Mundinho da Hanna | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Que delícia poder falar e debater sobre essa temática! Esse é um assunto que eu particularmente gosto muito também! E super concordo, que falar do universo feminino não é algo tão simples quanto possa parecer! Ao meu ver, é algo bem complexo, pois possuem todas as suas variáveis.
    Acho bem interessante o fato que ao tentar aproximar-se do conceito do que seja a mulher, muitos utilizam a música, poesia e a boemia para retratar a mulher atráves dessas artes e outras mais. Gostei bastante, Ana! Excelente trabalho.

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem? Que temática mais interessante. Ainda mais sendo trazida por um autor. Em nenhum momento pensei que poderia ser objetificação da mulher, mas pensei que o autor poderia trazer sua visão, suas experiências e sua maneira de pensar. Interessante perceber que ele elogia e age com respeito em relação ao tema. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  6. Gostei da temática abordada no livro. Me parece ser uma leitura agradável e ao mesmo tempo cheia de reflexão. Já quero ler essa obra. Bjs, ótima resenha.

    ResponderExcluir
  7. Oiii tudo bem??

    Apesar de ser falado o tempo todo para não objetificar a mulher, não acredito q eu leria esse livro.
    Não me chamou atenção e tenho muito medo quando homens tendem a fazer essas homenagens pra gente, sempre com o pé atras.
    Apesar da sua resenha estar ótima e convidativa. Terei que criar coragem.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir