33/2019: CORPOS DANÇANTES

"Meus pensamentos se desvencilham indo direto para aquelas mechas azuis. Eu só penso em afastar a mecha de seu cabelo para tocar seus lábios, seu pescoço..."
Olá, cafeinados! E lá vamos nós para mais uma super resenha!
Há poucos dias adquiri na Amazon em um preço bem acessível o livro em formato e-book de uma querida parceira, um lançamento que me deixou bem feliz, e que inclusive fiz uma postagem lá no canal, onde falo de leituras boas e baratas.
Bom, eu estou falando do livro Corpos Dançantes, da querida escritora e parceira, também blogueira literária e criadora de ótimos conteúdos, por sinal, a linda Bruna Kuchenbecker.


Título Original: Corpos Dançantes

Autora: Bruna Kuchenbecker

Ano: 2019

Páginas: 182

Editora: Independente
Sinopse

Antônia, ou melhor, Nina Sorrentino, é uma jovem sonhadora que vive no interior de São Paulo, especificamente em Pedra Bela, esperando pela grande oportunidade de se destacar no mundo da dança. Nicholas Barkov é um jovem estudante indeciso que, em seu último ano de graduação, foi afastado pelo pai para repensar suas escolhas. O caminho desses jovens se cruzaram dentro da Universidade Lordore, mas Nicholas não esperava se apaixonar pela garota de mechas azuis, assim como Nina não esperava se envolver em um sequestro e buscar informações sobre a mãe supostamente morta do rapaz.




Antônia _ a Nina Sorrentino _ é uma jovem de família humilde e que sonha ser uma dançarina reconhecida no meio

Com a ajuda de seus pais, ela consegue uma bolsa de estudos na mesma universidade em que conhece Nicholas, rapaz de família influente e que tem em sua vida familiar uma trama envolvente e arriscada, mesmo sem imaginar a existência desses fatos.
Nicholas Barkov, diferente de Nina, tinha muitas dúvidas sobre seu futuro profissional. 
"...ela podia ir andando até o campus. mas eu a quero por perto, quero desvendá-la e vê-la corar quando está perto de mim."


Antônia acaba conseguindo um emprego como professora de dança  no centro comunitário da família do rapaz, além de dividir quarto com Manuela, sua irmã. Toda essa sincronia do destino servirá para aproximar os dois ainda mais.

Em meio a tais coincidências, eles mantém amizade e começam a, aos poucos, se aproximarem ainda mais, até mesmo porquê, desde a primeira vez que a viu, sentia-se  diferente, nervoso, e previa que seus sentimentos iriam além de apenas uma simples afinidade.

Entretanto, por infelizes eventualidades, algo permeia a família de Nicholas, segredo esse que os leva a ficarem perto de desvendarem os mistérios que envolviam a morte de Maitê, mãe do rapaz. Nina vai descobrindo cada vez mais sobre os mistérios que envolvem a vida dele... 

Mas é na academia de dança, que a moça descobre que o passado do seu amor é cheio de mistérios que ele provavelmente sequer desconfia.



No decorrer da leitura, com capítulos baseados em narrativas de alguns dos personagens centrais _ Nina, Nicholas, Charles, Maitê... _ o leitor consegue ir se situando a fatos presentes, mas que têm uma ligação íntima com abordagens passadas na trama de Bruna Kuchenbecker . Revelações surpreendentes vão surgindo no decorrer do caso.



Tudo se inicia com uma leve história de amor entre dois jovens e que aparentemente não teriam um auge em seu desenrolar mas que, subitamente, com os develares da vida de Maitê, nos oferece reviravoltas e explicações que antes pareciam insignificantes, mas que se tornam primordiais à nossa compreensão do que em princípio parecia simples, e nos prova o contrário.
"Entrelaço minha mão na dela, fixo meu olhar em seus olhos e lhe dou um beijo calmo, sereno e eleve. O que ela está fazendo comigo? Até meus pensamentos estão poéticos."
E aí, o que os leitores de Corpos Dançantes ainda conseguem observar são diversas expectativas, de jovens com sonhos e perspectivas variadas, e que o destino lhes mostra  por realidades, algumas frustrantes, e que os fazem crescer e tornarem-se de fato adultos, em ocasiões e possibilidades variadas. Vemos que nem sempre seus devaneios se tornam realidades.

Por um certo tempo percebi os relatos de Bruna apenas em torno de Nicholas e Nina, porém, com base em determinado período da trama, vi que esta também enredaria-se bastante em torno de Maitê, mãe de Nicholas e Manuela, e que guardava enigmas que começariam a ser revelados e a ganhar mais destaque a cada ponto.

Sobre a autora


Bruna Kuchenbecker é natural de Belo Horizonte, cidade de Minas Gerais, e aos quinze anos escreveu sua primeira obra que leva o título de "O que os olhos não veem as memórias contam", tendo sido publicada em 2017 pela editora Livro Novo. Atualmente, é graduanda de Estudos Literários pela Universidade Federal de Goiás e autora de mais um livro que leva o título de "Corpos Dançantes", além de um conto publicado na Antologia Sex Drive da Rico Editora. É revisora freelancer e desde o dia em que se descobriu como escritora e o poder de conforto das palavras, tomou a escrita como um refúgio e compartilha seus escritos em seu blog e em seu perfil literário no Instagram.

E então, gente? O que acharam? Assim como Corpos Dançantes, digo do quanto me foi prazerosa a leitura de O que os Olhos não Veem, as Memórias Contam, ambas com histórias leves, bonitas e com preços bem acessíveis. Isso não é bacana?? 

Ah, e se vocês querem conhecer ainda mais de Bruna, aqui no blog tem a resenha de O que os Olhos não Veem as Memórias Contam. vale a pena conferir, assim como adquirir seus e-books das obras! ;)

Beijos literários!!


13 comentários

  1. Esse livro me lembrou muito o filme "Espelhos" que assisti há alguns anos atrás e tem uma história um pouco semelhante com essa. Devo imaginar o quanto emocionante deve ser essa narrativa, com seu clímax que deve arrancar suspiros do leitor. Excelente dica.

    ResponderExcluir
  2. Amiga, fiquei muito curiosa por essa história. Os personagens são atraentes e esse mistério no meio chamou minha atenção.
    Imagino uma história envolvente e repleta de sentimentos.
    Resenha linda!!

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do post, a obra parece muito interessante. Confesso que sou muito conservadora e só leio em formato papel...

    ResponderExcluir
  4. Achei a sinopse muito promissora, parece ser um livro muito envolvente, com todo esse mistério em torno da morte de Maitê, mas trazendo como contraponto a ternura no amor dos dois jovens. Obrigada por nos apresentar mais essa bela sugestão de leitura nacional ❤

    ResponderExcluir
  5. Esse livro parece ser bem legal, ainda mais com todo o mistério da personagem morta e ainda mais tudo o que envolve o relacionamento do casal. É bem interessante eu mega leria esse livro. S2
    Bjks!

    Mundinho da Hanna

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha, e a temática me atraiu bastante, gosto muito de livros em que o personagem luta pelos seus sonhos e quando envolve arte como a dança é melhor ainda 💜

    Parabéns pelo trabalho

    Bjs Aruom Fênix

    Blog: leiturasdearuom.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Parece ser um livro bem maduro e fácil de ler, achei essa história encantadora!
    Abraço
    Liv | Resenhas Caóticas

    ResponderExcluir
  8. Achei muito bacana conhecer essa obra da autora parceira que você adquiriu por um preço super acessível em formato e-book na Amazon. Pareceu ser um livro bem promissor. Depois vou fazer uma visita lá no seu canal, para conferir o que você fala sobre leituras boas e baratas. Estou precisando mesmo de algumas boas dicas assim.

    ResponderExcluir
  9. Oi Ana, tudo bem? Quando vejo que um livro tem dança ou música já me chama atenção. Amo ler a história já imaginando a trilha sonora. Pela sinopse pensamos que será apenas uma história de amor ou envolvimento entre duas pessoas. Mas lendo suas palavras dá para perceber que a autora traz uma história bem mais rica. Fiquei curiosa pelo trabalho da Bruna. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  10. Achei a história bastante interessante e parece ter o toque de mistério que eu tanto gosto! Agora estou curiosa para ler e conhecer mais o livro e a autora.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Esse livro parece ser muito bonito! Queria aprender a dançar, mas acho que na minha idade e com o meu condicionamento físico não conseguiria fazer muita coisa (não sou velho, mas geralmente dançarinos começam bem novinhos né? kk).

    Vou conferir o livro! A propósito, assisti alguns vídeos do seu canal e gostei bastante, está de parabéns. Desejo sucesso! <3

    ResponderExcluir
  12. Olá, nossa, como eu gostaria de ter essa disposição para leituras em formato e-book. Não é para mim. Sou uma pessoa antiga. Ganhei um kindle e adivinha... usei apenas uma vez e detestei. Me lembro quando me disseram, publica um e-book. Prepararam tudo e colocaram na Amazon, eu até divulguei. Mas, me sinto um ET. Sou dessas.
    Mas, fiquei curiosa quanto a autora e vou procurar pelo blogue dela.

    bacio

    ResponderExcluir
  13. Oi Ana!

    Passado cheio de mistérios? Revelações surpreendentes?
    Que trama é essa?? Parece muito instigante! Adorei!
    Amei a capa também!
    Parabéns pela resenha e obrigada pela dica de leitura.

    Beijos,
    Amanda

    ResponderExcluir