31/2019:DOIS CINCO

"Eu anteriormente não era um monstro, mas também nunca fui humano. Porém, não se pode negar que alguns humanos são verdadeiros monstros".
Olá, cafeinados! Como estão? Hoje é dia de resenha aqui no "Café"
Em maio fui convidada a ler a obra da escritora portuguesa Liliana Alves Madureira, que no mundo dos blogs é conhecida como Miss L, criadora de conteúdos no blog Devaneios de Miss.

Assim, hoje é sobre seu livro "Dois Cinco" que vamos papear!

Sinopse

Dois Cinco é um livro baseado em factos. A Protagonista e a pessoa por quem ela está apaixonada completam os seus aniversários no dia vinte e cinco, daí o título.
Daniela Francisca completa trinta e quatro anos e nem um anel de noivado no dedo tinha para não se sentir uma solteirona. Nem lhe apetece comemorar, mas Lourenço, o chato e arrogante Lourenço troca-lhe as ideias e a noite termina de maneira bem diferente daquilo que poderia imaginar. As coisas quase mudam entre eles até que se voltam a encontrar e Lourenço pede desculpa por ter desaparecido do mapa.
Um enredo que nos presenteia com temas como prostituição, drogas, violência doméstica, aborto, morte e fuga do passado.
Intenso e profundo, tem tudo para se designar como um romance dramático, mas só o leitor poderá dizer...


A trama conta a história de Daniela Francisca, desde o completar dos seus 34 aos 36 anos. Daniela é uma escritora, moça que acredita em signos e em mapas astrais. Do momento em que se considerava uma solteirona, até o instante em que revê Lourenço, ex de sua ex-melhor amiga, se encontram inesperadamente no amor após uma leve bebedeira na noite de comemoração do seu 34° aniversário. Em princípio, por medo talvez de sentir-se bem com Daniela,  ele some, e não mais a procura, o que a incomoda de alguma forma.


  • Seria o princípio de um novo sentimento que ela teria por ele?

Daniela, tensa, desconta sua ansiedade e certa raiva em seu caderno. 
Gosta de ler, de comer cereais e chocolate. Ao usar de suas anotações, costuma escrever, e desabafar seus sentimentos em borrões de tinta e nas folhas do seu caderno. 

  • Seria essa atitude por dificuldade em verbalizar seus sentimentos e pensamentos, ou apenas um hábito corriqueiro de alguém que usa as palavras em forma de sensações?

Sua trama se passa em um fim de ano, em que ela vive uma decepção amorosa. Mas será que Daniela não esperava demais de seus parceiros?

Fato é que, conforme o percurso da narrativa de Liliana Alves Madureira,  Daniela  aparenta ser uma mulher firme, autônoma, mas que cria, aos meus olhos de leitora, de maneira ansiosa, expectativas com seus amores. Algumas vezes pareceu-me um tanto amargurada.

"Apoia-se em frente ao espelho para não cair. Parece sufocar. Fecha os olhos e parece perder a voz. Quer gritar para ele desaparecer da sua mente. Imbecil. Daniela tem medo. E então? Sente-se a cair num poço tão fundo. Sente que vai cair. Deita-se. Era assim que lidava com estas situações".

Enquanto ela tem em Frederico um tropeço em relacionamento, Lourenço tem Catarina, sua ex-esposa, que interfere em suas possibilidades de relacionamento com Daniela.
Nos desacertos com Lourenço, ela reencontra Frederico, seu ex. 


Relacionamentos mal terminados.  
Ápices envolventes, que geram dúvidas, certezas, abordagens como prostituição, violência doméstica, aborto, e  morte, levando aquele que lê a trama a refletir e questionar acerca dos fatos correntes em Dois Cinco

E ela vive impasses. Aparenta ser uma mulher forte.

Algo que gostei na história são as escritas de Daniela Francisca em seu caderno porque vi Daniela  usar de muita poesia por entre seus traços em seus desabafos e reflexões.

Um ano se passa, e o casal celebra junto os aniversários de namoro e de Daniela. Relembram momentos do início, como quando ela tinha apatia por ele. Entretanto, vivem uma tragédia que envolve a Lourenço e seus filhos com uma grande perda à família. 

Dois Cinco, de Liliana Alves Madureira, apresenta em 170 páginas situações recorrentes dessa jovem, sua personagem central, numa estrutura de narrativa bastante densa, que intenta a continuidade e que convido a todos a conhecerem e aprofundarem-se!

Sobre a autora

Carina Coelho, mais conhecida na Blogosfera como Miss L tem o sonho de ser Escritora desde pequena. Uma Escritora em Milão. Há cidade mais glamourosa para escrever? A própria não acredita. Fascinada por livros, tem mais de quatrocentos exemplares. Proíbe-se constantemente de comprar mais um, mas há tantas tentações que nem sempre dá para resistir.
Apaixonada por gatas, tem uma, a Lilly, que é uma verdadeira inspiração.
É Blogger há mais de sete anos e é assim que se expressa em qualquer tema que se propõe. Também é Reikiana e os sonhos na sua vida nunca param de aparecer.  
A escrita sempre fez parte da sua vida, mesmo que seja para ser um meio de desabafo.
No mundo da escrita, adaptou o nome de Liliana Alves Madureira, esse último apelido em homenagem à sua Avó pela qual tem um enorme carinho.

E então, me digam aqui: o que acharam da escrita de Miss L, a Liliana Alves Madureira? Já conheciam? Ficaram com vontade de conhecer? Sim?! Mas isto é fácil!

A escritora possui um e-mail  para contato para o caso de vocês quererem adquirir este ou outro material de leitura de sua autoria, que aliás também será assunto para mais uma postagem por aqui muito em breve, ok?
Caso tenham interesse, também podem adquirir via PayPal, transferência e Mbway , combinado??

Por hoje é isto!
Beijos literários!





12 comentários

  1. Uma trama interessante, repleta de emoções e surpresa. Fiquei interessado na leitura.

    ResponderExcluir
  2. Que interessante, eu não conhecia. Gostei que abordar vários temas fortes. Vou leva a dica!

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Já começou essa post arrasando com esse trecho do início!😊 Gostei bastante de conhecer essa obra aqui no Café com leirura. Acredito que eu nunca tenha lido nada intenso e profundo, com essa pegada de um romanece dramático antes. Parabéns pelo capricho do post!

    ResponderExcluir
  4. Sempre bom conhecer novos autores! Adorei a dica, vou com certeza procurar saber mais sobre a autora!

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem? Que nome mais diferente para um livro nunca ia imaginar que se tratasse da data de aniversário. Gostei do enredo e de saber um pouco sobre o relacionamento dos personagens. Ah, não acredito que o livro é da Miss L! A conheci faz pouco tempo e a acho muito simpática. Com certeza vou procurar para ler em breve. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  6. Me parece ser um livro com questões fortes, mas o que mais me chamou a atenção é o jeito que ela se sente com o relacionamento terminado. Me identifique! Gostei da sua resenha pois despertou a curiosidade em mim de ler o livro!

    ResponderExcluir
  7. Nossa, já começou a resenha com um quote daqueles hein?! Já vi que os temas abordados são ótimos, do tipo que faz o leitor refletir. Excelente resenha, parabéns.Tenha uma ótima leitura.

    ResponderExcluir
  8. Quiz dizer tenha uma ótima semana KKK, bjusss.

    ResponderExcluir
  9. Que livro diferente, não conhecia. Parecer ser uma história bem interessante, gostei muito do que foi apresentado.

    ResponderExcluir
  10. Oi Ana!

    Que legal essa resenha. Não conhecia a autora e fiquei curiosa para acompanhar tantos acontecimentos no livro, em especial a tragédia, pois parece que é o que mais causou reviravolta no enredo.

    Beijos,
    Amanda Rocha

    ResponderExcluir
  11. Adorei a premissa desse livro! Já quero...
    Dica anotada...
    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Oi Ana
    Não conhecia nem autora nem livro, mas me interessei pela sinopse. Saber que é uma história real me anima um pouco mais. É como se fosse um diário? Porque eu adoro diários hehe

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir