25/2019: A CINCO PASSOS DE VOCÊ

"Passo meus dedos pelo contorno do desenho da minha irmã, pulmões feitos a partir de um mar de flores. Pétalas florescem de cada extremidade em uma explosão de rosa-claro, branco e um azul mesclado, mas, de alguma forma, cada uma tem uma singularidade, uma vibração que indica que florescerá para sempre".

E então, minha gente! Hoje é dia de resenha aqui no "Café"! Uma história linda, que eu iniciei a leitura em maio, concluindo de forma bela em junho!



A Cinco Passos de Você, livro que recentemente teve sua estreia nas telinhas dos cinemas em uma superprodução, possui uma bonita narrativa, e eu me sinto muito grata por trazer para vocês as minhas impressões sobre ela! Que tal começarmos pela ficha técnica? ;)



Título Original: A Cinco Passos de Você

Autores: Rachael Lippincott, Mikki Daughtry, Tobias Iaconis     

Ano: 2019

Páginas: 288

Editora:Globo Alt 

Sinopse

Stella Grant gosta de controle. Ela parece uma adolescente típica, mas em sua rotina há listas de tarefas e inúmeros remédios que deve tomar para controlar a fibrose cística, doença crônica que impede que seus pulmões funcionem como deveriam. Para conseguir um transplante, ela precisa seguir seu tratamento e eliminar qualquer chance de infecção, o que significa ficar a pelo menos seis passos de outros pacientes com a doença – sem exceção.

Will Newman não dá a mínima para o novo tratamento experimental para o qual foi selecionado. Prestes a completar dezoito anos, ele mal pode esperar para finalmente se livrar das máquinas e hospitais, usando o pouco de vida que ainda lhe resta para conhecer o mundo.

Stella e Will são muito diferentes. Ao mesmo tempo, sua doença não é a única coisa que os une. Eles não podem se aproximar, mas, conforme sua conexão aumenta, os seis passos entre eles passam a ser insuportáveis. E se pudessem quebrar as regras? Cinco passos são tão perigosos quanto perder um grande amor?


Stella é uma jovem um tanto positiva e controladora. Sofre de fibrose cística por dez anos e tem apenas 35% da função pulmonar.
Possui um canal no YouTube, onde seus mais de vinte mil seguidores a acompanham para saberem da sua rotina e a luta contra a doença.
"Cada lugar é diferente. Cada lugar é único. São os hospitais de onde os observo que não mudam".
Além das amigas Camila e Mya, no hospital ela tem a Poe, que também faz tratamento similar.
Ali, ela conhece um jovem bastante despojado, que aparenta não dar a importância merecida ao tratamento. Ele se chama Will.
"Apenas respire."
Essa é uma frase dita por Will. Um tanto curta, porém imperativa, imponente e propícia à luta que ele e os demais pacientes portadores da fibrose cística travam diariamente.  

Stella tem um caderninho de bolso onde anota as prioridades, talvez sonhos, ou loucuras a realizar antes de "partir desse mundo". Ela a chama de "lista mestra".



Eles querem ficar juntos, e vivem emoções, bons instantes, felizes, mesmo sabendo que precisam tomar certa distância...
"_Sete. Seis. Cinco. _ De repente, o céu escuro ganha vida e se embaralha com as flores".
Sobre perdas, uma das lições que tiro é que a gente deve se arriscar, e ,não deixar para depois o que podemos fazer, ou curtir, ou sentir no momento que percebemos que seja o certo, justamente porque poderá ser nossa única chance, escorrendo pelas mãos.

Além desse despertar, acho válido pontuar algo a mais como sendo muito positivo ao romance: o alerta sobre a fibrose cística, uma doença não tão falada. Portadores de fibrose cística precisam manter uma distância segura entre eles.
Mas ela gosta de Will...
"_Nossa melhor defesa é a distância".


E Stella haverá de fazer uma escolha importantíssima entre a cura de sua doença, e ter de ficar longe de Will. Sua mente gira, e ela tem de tomar uma decisão...
"A fibrosa cística não vai roubar mais nada de mim".
São 31 capítulos de muito amorzinho! Entretanto, senti que demorei até o quinto para de fato me situar na história, embora já soubesse do que se tratava a narrativa e isso não tenha me impedido de me encantar com uma trama tão repleta de amizades, amores, tristezas, lágrimas...
Bem intensa em algumas vezes, com bastante descrição de sentimentos e os dramas vividos pelos personagens, mas que não tornam a leitura cansativa. Pelo contrário! É linda! Assim defino A Cinco Passos de Você. E você??

Me contem aqui: Já leram A Cinco Passos de Você?O que acharam? E o filme, já assistiram? E acham que lembra a narrativa de "A Culpa é das Estrelas", como tantas pessoas têm comparado? Por quê?
Bora interagir, galera!

A propósito, já seguem as redes sociais do "Café"? Tem muito conteúdo bacana, assim como esse! E tem novidade chegando por aqui! Me aguardem! 

Beijos literários!

15 comentários

  1. Eu adorei essa leitura, amiga. Totalmente linda e emocionante!!!

    ResponderExcluir
  2. Eu adimito que chorei quando vi o fime!!
    Eu nunca tinha chorado em um filme antes o filme mais maravilhoso do mundo!

    ResponderExcluir
  3. Quero muito ler o livro antes do filme, gosto mais das surpresas da leitura do que quando já sei o que vai acontecer pelas telinhas. Amei a resenha, já está na minha lista faz tempo <3

    ResponderExcluir
  4. Eu estou adiando assistir o filme, porque sei que vai ser choradeira na certa ! Gostei muito de como você descreveu o enredo, e fico feliz em ver doenças como a fibrose cística ganhar visibilidade.

    ResponderExcluir
  5. Oie!!
    Amiga, esse livro deve ser muito emocionante, fico imaginando a situação desse casal. Tenho certeza que vai mexer demais com minhas emoções quando for ler.
    Amei sua resenha!! Realmente não podemos deixar para depois o que podemos fazer.

    bjs

    ResponderExcluir
  6. Menina não sabia que também tinha o filme, já quero assistir.
    Amo livros que falam de perdas, superações, lição de vida, pois sempre tem algo reconfortante. Parabéns pela resenha, bjusss.

    ResponderExcluir
  7. Eu achei a arte da edição original dessa capa do livro, fantástica! Vejo muitos comentários positivos sobre esse livro, apesar de a história não ter me atraído muito ao ponto de eu ter sentido vontade de conferir nas telinhas dos cinemas ou de ler o livro. Porém, gostei muito de tudo o que você escreveu sobre esse livro aqui. Muito bom!

    ResponderExcluir
  8. Essa história parece ser realmente muito emocionante. Quero ler o livro antes de assistir o filme, então estou adiando por já saber da alta carga emocional que me aguarda rs
    Em um episódio de Grey's Anatomy há uma situação parecida com essa, dois jovens com essa doença se apaixonam. Quando soube desse livro lembrei na hora do episódio, então não associei com A culpa é das estrelas.

    ResponderExcluir
  9. Oi Ana querida, então ... ainda não tive a oportunidade ler o livro, devido a compromisso com parceiros, mas, sei que será um livro que mexerá muito comigo. Gostei muito da maneira que você apresentou o livro, e quero sim ler futuramente.

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem? Só soube do livro depois que assisti o trailer do filme gostei bastante do enredo. Me fez lembrar um pouco A culpa é das estrelas. Até comentei com algumas pessoas que a capa original é muito mais bonita que a do filme. Não consegui assistir ainda mas espero vê-lo em breve. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  11. Eu vi o trailer por aí, mas não vi muita divulgação sobre esse filme. Uma pena, pois a história, embora me lembre um pouco A Culpa é das Estrelas e Tudo e Todas as Coisas, parece ser uma graça. Eu preciso dizer que achei a capa original bem mais bonita que a capa do filme hehe. Não sei se algum dia vou ler, mas espero poder ver o filme logo :)

    ResponderExcluir
  12. Amei a sua resenha, parece ser um livro amorzinho, que nos faz repensar como estamos vivendo nossas vidas, se estamos dando valor ao que realmente importa!
    Infelizmente ainda não tive a oportunidade de ler, mas achei a capa com o desenho de pulmão em flores maravilhoso! E pela resenha me lembrou um pouco o estilo de A Culpa é das Estrelas.. se lembrar deve ser tão bom quanto o outro hehehe

    ResponderExcluir
  13. Amei a sua resenha, parece ser um livro amorzinho, que nos faz repensar como estamos vivendo nossas vidas, se estamos dando valor ao que realmente importa!
    Infelizmente ainda não tive a oportunidade de ler, mas achei a capa com o desenho de pulmão em flores maravilhoso! E pela resenha me lembrou um pouco o estilo de A Culpa é das Estrelas.. se lembrar deve ser tão bom quanto o outro hehehe

    Isa do @leportraitdeisa

    ResponderExcluir
  14. ainda nao li nem vi o filme, mas já amei!
    muita gente já falou que lembra a culpa é das estrelas e se for mesmo, bom, haja lágrimas
    quero muito ler o livro primeiro, mas acho que vou ficar só no filme
    bjss

    ResponderExcluir