07/2019: PRÍNCIPES PERVERSOS


"Luxo, estilo, poder e dinheiro. Ela tinha tudo isso. Sentei-me no chão do closet, admirando toda aquela riqueza. Como algumas pessoas tinham tudo, enquanto outras tinham nada?"

Oi, gente! No final do ano passado recebi a proposta da autora Karine Vidal  para fazer parte do time de blogueiros literários que toparam ler e resenhar uma de suas obras. E com certeza aceitei! E aqui estou eu! ;)
Bora conhecer um pouco dos Príncipes Perversos descritos pela autora?



Título Original: Príncipes Perversos

Autora: Karine Vidal

Ano: 2018

Páginas: 272

Editora: Independente

Sinopse:

Lívia terá que assumir a vida de sua irmã gêmea.
Por circunstâncias inesperadas, as irmãs Lívia e Clara foram separadas na infância. Lívia leva uma rotina simples no interior – enquanto Clara possuí uma vida cheia de luxo, refinamento e intrigas na fervilhante cidade grande. 
Vinte anos depois da separação, Clara reaparece na vida da irmã. Faz um pedido inusitado: ela precisa que a Lívia assuma sua identidade por três meses.
Em razão disso, Lívia assume a vida de sua irmã gêmea. Ela se muda para a cidade grande e depara-se com mansões, faculdades de elite, bem como alunos tão ricos quanto perversos. 
Em posse da identidade da irmã, Lívia engana a todos. Envolvida em um turbilhão de intrigas de jovens milionários, a garota tenta sobreviver e proteger seu segredo.
Contudo, Felipe Feron chegará para atrapalhar os seus planos. 
O garoto leva à fama de ditador da faculdade, e comanda o lugar com punho de ferro. Ambos rapidamente viram inimigos – mas o ódio está bem próximo ao amor. O garoto a quer.
Nesse ínterim, um assassino secreto divulga uma lista de alunos que estão marcados para morrer – e o nome de Lívia se encontra no topo. E esse será o seu maior problema.
Será que Lívia conseguirá enganar a todos? E ainda sobreviver dentro daquele mundo de elite?
Nesse meio tempo, ela tenta resistir ao amor de Felipe Feron, o comandante do lugar. Mas por quanto tempo? 
Desvende esse universo de segredos e intrigas em Príncipes Perversos.



Duas irmãs gêmeas foram separadas.
Ana Lívia era uma delas.
Com um estilo de  vida bem simples, a moça, que perdera sua mãe há três anos, também não tinha seu pai.
Trabalhava horas a fio no caixa de uma farmácia, onde substituíra sua mãe.
Praticava karatê, esporte que adorava, e tinha o sonho de cursar medicina.
Dormia sobre os livros, solitária e cansada. Vezes ou outra, como em um ápice de desespero, chorava.
Ana Lívia era sensitiva. Tinha sonhos e visões. E foi através de um desses sonhos reveladores que teve com sua mãe que percebeu que sua vida sofreria uma mudança abrupta.
Nunca fui fraca ou tive medo de desafios; os últimos anos foram duros comigo, e eu soube aguentar o tranco. os tapas na cara que a vida me deu construíram uma muralha dentro de mim".
Certo dia, misteriosa e inesperadamente, sua irmã gêmea, Maria Clara, a procurou.
O espanto foi notável. Afinal, eram gêmeas univitelinas, idênticas.

Nesse encontro, Mia fez uma proposta  arrebatadora à Ana Lívia. Proposta essa que mudaria radicalmente sua vida.

Fato era que as irmãs tinham modos de viver bem diferenciados. Enquanto Ana Lívia vivia de maneira pacata, sem novidades,  em uma cidade do interior de Minas Gerais, Maria Clara, agora Mia Santorini, morava em uma cidade grande, cercada de luxos e mimos. Era uma verdadeira "patricinha" na Grande São Paulo.

Mia havia sido adotada por Stela e Tomás, um casal muito rico, donos de  uma rede de hotéis espalhados pelo país.

Com toda essa transformação, possibilidades, oportunidades e amizades viriam no pacote. Ana Lívia só não esperava sentimentos como a paixão, ou quem sabe amor, algo novo à jovem, que não contava com tanto movimento.

Mudança radical. Esse foi o novo significado dado à nova rotina diária de Ana Lívia. 
Festas, badalações, assassinatos, conflitos de sentimentos e mistérios...



Certo dia, uma mensagem de texto enviada aos celulares de alguns criou provocou tormenta. 
Eram cinco nomes...

... Mas afinal, o que isso significaria?

"Tudo agora fazia sentido. Aquela não era uma lista das mais populares... Aquela era uma lista das garotas que estavam marcadas para morrer, uma por uma. Havia um assassino nessa faculdade. E meu nome estava no topo da lista". 

A verdade é que Ana Lívia havia se envolvido, mesmo sem ter noção, em um universo completamente adverso ao seu: o universo de Mia Santorini. Um meio repleto de segredos, ofertas, muito sexo e mentiras... 
Mia não era como ela. Era cheia de vontades, não tratava as pessoas com respeito, ou dignidade.  Usava quem estivesse à sua volta, e não admitia "nãos". Era manipuladora _ o seu oposto. 
Seu domínio _ um meio elitista _ prezava fama, status e poder. Envolvia um misto de ações e reações que despertavam os mais complexos sentimentos nas pessoas que com ela convivia, o que refletiu em sua irmã, causando-lhe dor, tristeza, fazendo inclusive com que vivesse algo terrível : violência extrema e cyberbullying.

"Essa era a realidade do mundo patriarcal em que vivíamos; um mundo onde as mulheres são altamente sexualizadas (mas não têm nenhum direito sexual). Um mundo criado e pensado para os homens."

Lívia não era assim. Por isso, muita turbulência foi gerada a partir desse reencontro.
Enquanto Mia guardava um mistério, Ana Lívia mantinha um drama. E um grande amor!



"Eu desviei os olhos, segurando um sorrisinho. Todo o meu peito transbordava, feliz e aquecido.  a presença dele, bem ao meu lado, gerava-me segurança e uma intensa paz de espírito. Como se tudo na vida estivesse em seu devido lugar. Então era assim o sentimento de ser feliz?"
Toda a história é narrada por Ana Lívia  e não tem como o leitor não sofrer com os dramas da personagem, e até mesmo torcer por ela. 
Uma leitura simples, que envolve um mistério a ser desvendado ao final, com reviravoltas.
A obra apresenta uma boa diagramação, sendo de uma leitura tranquila, fluida.

Um romance mesclado de fantasia que veio com tudo para alcançar ao público-leitor!



Convido a todos para conhecerem as aventuras desses Príncipes Perversos junto da escritora Karine Vidal !

Beijos literários!

Sobre a autora:








Karine Vidal, 24 anos, advogada e mineira. Príncipes Perversos é o seu terceiro livro de fantasia romântica publicado.

4 comentários

  1. Que resenha fenomenal!!! Fiquei bem interessado na obra, pois a premissa me deixou bem motivado para ler a trama na íntegra que parece ter um enredo intenso e surpreendente. Esse livro deve prometer!!! Anotado a dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gustavo!
      Adoro quando te vejo por aqui!
      Que bom que te alcancei de alguma forma! Grata pelo carinho!
      Até a próxima!
      Valeu!!!!

      Excluir
  2. Oi Ana Claudia!
    Eu já conheço a escrita da Karine, li Escola dos Mortos e, infelizmente, não dei muito certo com a construção da história.
    Achei a proposta de Príncipes Perversos super legal, imagino que a narrativa pelo ponto de vista da Ana Lívia, deve fazer com que tenhamos muitas descobertas ao longo da história e um misto de sensações com todo o mundo a qual Mia estava envolvida.
    Adoro o estilo da capa desse livro e tenho visto só feedbacks positivos dele! <3
    xoxo

    ResponderExcluir
  3. Oiii! Eu fiquei bem instigada com a proposta de "Escola dos Mortos", sabe?
    Em "Príncipes Perversos", a narrativa de Ana Lívia me puxou de forma bem espontânea. Foi uma leitura que desenvolvi bem positivamente!Também amei a proposta da capa do livro dela! Espero que essa parceria de Karine com o "Café" se perpetue!
    Grata por estar aqui mais uma vez!
    Beijos!

    ResponderExcluir