Menu

domingo, 9 de dezembro de 2018

Bate-papo com a Autora Fábia Barbosa

E aí, cafeinados! Como estão? 
Eu estou muito feliz, afinal, hoje trago para vocês algo que muito me alegrou realizar ao longo do segundo semestre desse ano que iniciei o Café com Leitura Blog: os bate-papos com autores.
Esse ano, quando decidi começar a trabalhar essa linha de posts, foi justamente por gostar de conversar com cada um desses que, além de me propiciarem belas leituras, também demonstraram carinho por mim, através de muitas conversas, de me revelarem muitas curiosidades, sem contar na credibilidade, na confiança no trabalho de um blog que começou esse ano, mas que lhes passou positividade. 
Alguns viraram amigos do coração, pessoas muito queridas que somem, mas do nada retornam. Isso é lindo, e me deixa muito feliz e com sensação de realização!
E por falar em alguns virarem amigos, o bate-papo de hoje é com uma pessoa muito linda, que amei conhecer esse ano! Bonita, empoderada, feminina e talentosa.
Querem conhecer a autora do bate-papo de hoje?! 
Bora!!!!








      Quem é a autora Fábia Barbosa? Como você se descreveria?


Sou uma pessoa difícil de se definir por vários fatores, primeiro que falar de mim mesma é complicado demais, segundo que definir algo ou alguém é limitar algo que pode se expandir de forma gritante e em terceiro que já dizia John Green: "eu é a palavra mais difícil de se definir". Então sou um espaço em aberto, sempre criando, sempre aprendendo, sempre procurando ser mais.

    Sei que além de escritora, também possui um blog literário. Poderia falar um pouquinho sobre seus projetos lá para a gente?

Meu projeto imediato é terminar a história das minhas meninas, na verdade dar voz a personagens importantes da história inicial, porém entrei em alguns outros projetos pessoais que ainda não posso contar, mas que estão me fazendo muito feliz.

 Como se descobriu como escritora?

Não sei quando de fato me descobri como escritora, mas desde que me conheço por gente gosto de escrever, então isso sempre foi se desenvolvendo em mim e hoje decidi publicar meus sonhos em forma de livros.

Você escreve utilizando-se de apenas um gênero literário em específico? Qual(is)?

Posso ser bem sincera? Sou romancista de coração, amo um romance, um drama e um leve suspense, mas quando escrevo deixo meu coração me levar pela história, sabe? Sei que vai ser um romance, mas prefiro não me ater somente a isso.

Anterior à obra “Carolinas”, já chegou a escrever outros livros? Chegou a publicá-los? Se sim, pode nos contar um pouquinho sobre essa história? Você pode dizer se gostou do que escreveu, ou se mudaria algo, por exemplo?

“Carolinas” foi o primeiro livro que escrevi de fato, mas anterior a ele publiquei um conto na antologia “Segredos de Luxúria” pela Rico Editorial, não mudaria nada em nenhuma das duas histórias, pois escrevi com o coração. Meu conto “Necessidade” é um hot intenso e conta sobre uma atração proibida.

 Como você costuma organizar suas ideias, suas escritas...? De onde vêm as inspirações para escrever?

Eu me inspiro de várias formas: ouvindo música, lendo outros livros, assistindo TV ou passeando pela cidade. Quando a história vem, tento pensar no seu início, meio e fim, assim me organizo para criar todo o contexto dela e fazer com que se amarre de forma clara.

       E “Carolinas", como surgiu o estímulo e os conceitos para a construção desse livro?

Eu estava assistindo ao jornal e estava passando uma matéria sobre o assunto do livro, aquilo me tocou, por ser um caso sem solução e com isso a história veio. Demorei 2 anos para finalmente concluir, mas foi a melhor coisa que fiz na vida.

Como você mesma me disse em um bate-papo nos bastidores (haha!), Brianna Muller é uma “girl power”. Você se espelhou em alguém da vida real para descrevê-la no livro “Carolinas”?

Sim, em mim mesma. Acredito que a força feminina deve ser ressaltada, as mocinhas indefesas são fofas, mas quando uma mulher sabe de fato o que quer e onde quer chegar, é de fato um estouro.

      Depois desse livro, sei que possui expectativas para próximos projetos literários (anoto tudo! Rsrs). Teria alguma novidade que pudesse nos adiantar?

Sim, Connor está a caminho com um conto voltado às suas memórias e do seu amor pela Brianna, então aguardem que em dezembro teremos novidades.

    Como você disponibiliza seu(s) material(is) para que o público leitor possa adquiri-lo(s):

No momento somente na Amazon, mas quem sabe uma editora não me nota, não é mesmo? (KKK)

Quando escreveu “Carolinas”, qual mensagem teve como intenção transmitir-nos?

Eu queria passar que é possível sim ter uma amizade tão forte, que nem mesmo a morte seja capaz de abalar. Quis dizer com o meu livro que amigo é sim nossa família e que devemos sim lutar para defendê-lo quando verdadeiro.



      



    Para fecharmos, teria algum recadinho ao seu público leitor?

Não desista dos seus sonhos. Às vezes parece impossível ou muito difícil de alcançar, mas não desista, com paciência, cuidado, amor e principalmente fé, conseguimos alcançar o nosso objetivo.

Que belo bate-papo, concordam? Muitas curiosidades, novidade por vir a qualquer momento e na torcida para que uma editora olhe por sua história, das suas "duas meninas". 
A propósito, tem resenha de Carolinas aqui no Café com Leitura Blog. ;)

Lá no @cafe_com_leitura tem alguns posts de divulgação da obra e a biografia da autora bem bacanas. Passem lá, e aproveitem para seguirem as redes sociais do "Café"!

Conhecem Fábia Barbosa? Que tal darmos uma espiadinha nas suas redes sociais?

       gmail      Instagram      Facebook     Skoob    



O que acham de adquirir o livro?!



Amazon




Espero sinceramente que tenham gostado da nossa conversa!
Beijos literários!